Edições Musicais


 

Associação Desportiva, Cultural e Recreativa de Pindo
Grupo de Cantares de Pindo

 

1 – Hino à Freguesia de Pindo
2 – É dia de Romaria
3 – Ó morena, ó morenita
4 – Eu aprendi a cantar
5 – Água Corrente
6 – Ainda não namoro
7 – Lindas terras de Pindo
8 – Eu quero Cantar
9 – Rosa Branca
10 – Se o vento virar ao Norte
11 – Ecos de Pindo
12 – Ó Penalva do Castelo

O grupo de Cantares de Pindo foi fundado em 9 de maio de 2006 e tem como objetivo promover os cantares populares da região.

O Grupo é formado por 20 elementos entre tocadores e vozes (femininas e masculinas).

A tocata é constituída por acordeão, concertina, violas, bandolim, cavaquinhos, bombo, ferrinhos, reco-reco e pandeireta.


 Tuna de São Martinho de Pindo

1- Adeus Camioneta Nova
2- Hino a S. Martinho
3- Fado Beirão
4- Marcha em Lá Menor
5- Ora Bate Bate
6- Valsa em Ré
7- Suba a Saia
8- Marcha do Ti’Alves
9- Valsa em Ré Menor
10- Já não volto à Ribeira
11- Marcha em Sol
12- A tua Saia ó Ana
13- Valsa em Lá Menor
14- Ó Linda Vou-me Embora

Há cerca de duas décadas, de forma mais ou menos organizada, do ajuntamento de tocadores e cantadores formou-se uma tuna, a que foi dado o nome do Orago da freguesia, “São Martinho”.

É seu lema, a recolha contínua do maravilhoso espólio musical da região em que se insere, da sua divulgação, bem como da música tradicional portuguesa.


 Rancho Folclórico de Penalva do Castelo

1- Fado Beirão
2- Moinho
3- Um dia pus-me a apanhar
4- Se tu soubesses, ò Laura
5- Já não volto à ribeira
6- Loureiro
7- Dobadoira
8- Água Fresquinha
9- Viramos todos ao Norte
10- Antoninho
11- Falei contigo
12- Eu hei-de pedir à Virgem
13- A Cruta da Macieira
14- Eu não vou lá cima à sala
15- Varejai, varejadores
16- Hino a Penalva

As suas danças e cantares retratam o “modus vivendi” dos finais de século XIX/princípio do século XX, e são fruto de pesquisas contínuas efetuadas junto dos habitantes mais idosos do concelho.

Trata-se, essencialmente, de danças de roda, cantadas em terreiro, nos adros da Igrejas, a caminho das romarias e ainda na faina do campo.

A tocata é composta por acordeão, violas, violino, bandolin, cavaquinho, bombo, ferrinhos, “realejo” e reco-reco.


Associação Cultural Concertinas do Dão 
Grupo de Concertinas do Dão 

1- Hino a de Sezures
2- Vira de São Martinho
3- Rosinha
4- Fado Beirão
5- Vira da Santa Marta
6- Lambada
7- Vira de Braga
8- Ramalhinho
9- Fado Menor
10- Chiquita Galega
11- Mariazinha
12- Fandango
13- Ó linda

A “Associação Cultural Concertinas do Dão” foi fundada em julho de 2013 e tem sede na freguesia de Sezures.

O grupo é constituído por onze elementos e a sua tocata é composta por concertinas, bombo, ferrinhos e pandeireta. O reportório compõem-se de uma pluralidade de géneros musicais como: viras, valsas, malhões, fados, corridinhos, modas de roda, fandangos e chulas.


 Grupo de Cantares "Pena Alba"

No tempo das Desfolhadas (2003)

1 - No tempo das Desfolhadas
2 - Ceifeiras
3 - A Monda
4 - Fogueireas de S.João
5 - Se fores de noite ao baile
6 - Ai,ai Margarida
7 - A minha foice Velhinha
8 - Maria - Lindo Nome
9 - Saia Velhinha
10 - Serenata
11 - Para onde Vais Maria Augusta
12 - A tua saia ó Ana
13 - Viseu, Senhora da Beira
14 - Adeus ó Guida
15 - Ladeira do Castelo
         
Apresenta modas ouvidas aos populares, ao longo de todo o século passado; por isso, elas são testemunho vivo da alma de um povo que canta alegres tristezas, fados de uma vida simples, mas repleta de esperança. devoção e encantamento. São o grito de Oiro da alegria do Grupo de Cantares "Pena Alba", que orgulhosamente canta a alma musical do nosso povo.
                         

               
Cantares ao Menino (2005)

1 - Cai a Neve é Natal
2 - Natal Africano
3 - Há muito Anunciado
4 - O Menino está dormindo
5 - Canção de Natal
6 - Felizes Campos
7 - Feliz Natal
8 - Os Anjos nos Campos
9 - A Neve Caí
10 - Noite Feliz
11 - Ó Luar
12 - Natal das Crianças
13 - Natal 95
14 - Suplica a Nossa Senhora da Paz
15 - Árvore de Natal
16 - Então é Natal
17 - Cantiga de Janeiras
18 - Os Três Reis Magos
       
Cantares ao menino é resultado de recolha e seleção de temas de Natal realizadas nos últimos anos pelo grupo de Cantares Pena Alba.

O álbum foi gravado na Igreja Paroquial durante o mês de Outubro de 2005 sendo posteriormente apresentado no mesmo local.

 

Memórias & afectos

1- Nas Desfolhadas
2- Vira-te para mim
3- Gerinaldo
4- Noite de Casamento
5- Vida Militar
6- P’ra Ceifa
7- D’ além do Rio
8- Macieira do Adro
9- Fado da Prisão
10- Moleirinha
11- Lá no Cimo da Serra
12- Amar á Noite
13- Desfolhada
14- Cantiga da Malha
15- Rosa Malveira
16- Água da Corrente
17- Canto da Terra

O Grupo de Cantares de “Pena Alba” para assinala o seu décimo aniversário editou um cd intitulado memórias&afectos, com base na recolha de temas populares.


Vozes de Castendo                          

Vozes de Castendo

1 - Casa Portuguesa
2 - Laurindinha
3 - Ó Rama, ó que linda rama
4 - Cantigas de Maio - Canção de Embalar
5 - Maria Faia
6 - Queda do Império
7 - Xula da Livração
8 - Quadras Soltas
9 - Olhos Negros
10 - Rapsódia de Temas Populares Portugueses




Um trabalho musical com modas populares conhecidas do público em geral editado pelo grupo Vozes da Terra de Penalva do Castelo.


Vox Populi
                           
Luz (2001) 

1 - Pedrangular
2 - Vida Mais
3 - Diz a Alguém
4 - Navegar
5 - Encontrar Jesus Cristo
6 - Sem Limites
7 - Eis-me Aqui
8 - Mãe
9 - Eu e tu igual a nós
10 - Encontrou a alegria
11 - Espirito Jovem
12 - Vem, vem cantar
13 - Encontro com Deus pai
14 - Luz
       
O Grupo Musical Vox Populi apresenta o seu cd "Luz" numa vertente musical mais religiosa.

Com temas originais a riqueza da sua música está bem patente neste edição.


Banda Musical e Recreativa de Penalva do Castelo
                           
Os Sons da Nossa Banda

1 - Inglesia
2 - Devaneios Campestres
3 - Pérola
4 - Lua Nova
5 - Cisne Branco
6 - Lá República Del Amor
7 - Viseu, Senhora da Beira
8 - Nunho e Galiza
9 - Marcha de Rio de Moinhos ( Satão )
10 - Hino da Alegria
11 - Cidade Invicta




Fundada em 1850 tem esta banda percorrido vários locais do nosso país e estrangeiro, participando em diversos festivais e convívios de bandas civis, conquistando vários prémios e menções honrosas.


Tendo tido, ao longo destes 149 anos de existência, altos e baixos, sofrendo no passado as influências políticas da época, a ponto de se dividir em duas pequenas filarmónicas. Estas eram as dos Fidalgos da Casa da Ínsua e da casa Dr. Bernardo Magalhães Coutinho, respetivamente a Regeneradora e a Progressista. Em 1885, por decisão dos músicos das duas filarmónicas, agruparam-se de novo formando Banda de Castendo, como outrora era conhecida e que chegou até aos dias de hoje para orgulho de todos os Penalvenses.

A gravação deste primeiro CD é o fruto de todo um trabalho que se vem desenvolvendo e aperfeiçoando ao longo de todos estes anos.

Siga-nos

Acompanhe-nos nas redes sociais:

    

Contactos

  Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  232 640 020
  232 640 021/22
  Avenida Castendo, 3550-185 Penalva do Castelo
N 40º 40´33´´ W 07º 42´07´´