XXI FEIRA DA MAÇÃ BRAVO DE ESMOLFE

Decorreu, no dia 16 de outubro de 2016, no Centro de Exposições de Produtos DOC (Largo de Stº Ildefonso), na localidade de Esmolfe a XXI FEIRA DA MAÇÃ BRAVO DE ESMOLFE, uma iniciativa da Câmara Municipal de Penalva do Castelo e da Junta de Freguesia de Esmolfe, com a colaboração da Promoção de Frutas e Legumes da Beira Alta (FELBA).


O dia iniciou com a Missa Campal, presidida pelo Sr. Padre José António, seguida da Abertura da Feira.

Pelas 10.30h as Entidades Oficiais foram recebidas pela Banda Musical e Recreativa de Penalva do Castelo, seguiu-se uma visita aos produtores de Maçã Bravo de Esmolfe, à mostra de artesanato, aos produtores/engarrafadores de vinho de Penalva do Castelo, ao Fumeiro entre outros presentes no recinto.

A 21.ª edição desta Feira contou com a presença do Secretário de Estado das Autarquias Locais, Dr. Carlos Miguel, Vice-presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Dr. Luís Caetano, Subdiretor Regional da Agricultura, Eng. José Paulo Dias, Vereadores, Presidentes de Câmara entre outras entidades.

Na breve cerimónia, entre outros, usou da palavra, o Presidente da Junta de Freguesia de Esmolfe, Rogério Craveiro, que salientou os benefícios da Maçã Bravo de Esmolfe para a saúde, dando principal realce ao facto de esta diminuir o nível de colesterol.

O Presidente da Câmara Municipal de Penalva do Castelo, Francisco Carvalho, agradeceu às entidades oficiais, produtores e artesãos que marcaram presença em mais um certame, desta que é a rainha das maçãs portuguesas, agradeceu ainda o apoio e trabalho realizado pela FELBA e ADD (Associação de Desenvolvimento do Dão).
Aproveitou a presença do Dr. Carlos Miguel, Secretário de Estado das Autarquias Locais, para pedir mais apoios para os produtores locais, com vista ao aumento da produção. Referiu “… que não é culpa deste Governo, mas quando fizeram a abordagem dos fundos comunitários no PORTUGAL 2020, desvalorizaram os DLBC (Desenvolvimento Local de Base Comunitária) Rural. No PORTUGAL 2020 foi atribuído o valor de 3.5 milhões, quando no programa anterior foram concedidos 5,3 milhões afetos pelo PRODER 2007-2013 a projetos de investimento. A redução significativa de verbas, em resultado das opções das CCDR e PDR2020 prejudica em grande parte os pequenos agricultores. O desenvolvimento dos territórios do interior necessita que esta medida (DLBC Rural), seja reforçada financeiramente e simplificada no acesso por parte dos beneficiários.

O Secretário de Estado das Autarquias Locais, Dr. Carlos Miguel, destacou o trabalho desenvolvido pelo Presidente da Câmara de Penalva do Castelo e das outras Câmaras vizinhas, na promoção deste fruto de caracterizas únicas, a Maçã Bravo de Esmolfe. Referiu que foram aprovadas “recentemente mais de 160 medidas de apoio aos territórios de baixa densidade”. Em resposta ao pedido do Sr. Presidente “vai haver reprogramação das verbas, com certeza, mas a primeira prioridade é de aplicar, é de ir aos concursos atuais porque se não gastarmos o dinheiro comunitário que Portugal já tem hoje, é muito difícil vir a reprogramar o que já está feito.”

Para encerrar a manhã, o Rancho Folclórico de Penalva do Castelo subiu ao palco para animar os muitos presentes no recinto.

Da parte da tarde, atuou o Grupo Musical da Casa do Povo de Esmolfe e a encerrar esta Feira da Maçã Bravo de Esmolfe o artista “Ruizinho e o seu Super Trio”.

Neste certame realizou-se o II Concurso “Delicia de Maçã Bravo de Esmolfe” que teve como objetivo criar ou reinventar um doce ou bolo típico para o concelho.

O doce/bolo vencedor foi o “Bolo de Maçã Bravo de Esmolfe” confecionado pela Maria Ilda Martins Pires. Foram ainda atribuídos um 2º e 3º lugares.

Ao longo do dia, estiveram patentes diversas exposições e realizou-se a venda de produtos e artesanato local, em que a trilogia de excelência, Queijo Serra da Estrela, Vinho “Dão Penalva do Castelo” e Maçã Bravo de Esmolfe se destacou.

Siga-nos

Acompanhe-nos nas redes sociais:

    

Contactos

  Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  232 640 020
  232 640 021/22
  Avenida Castendo, 3550-185 Penalva do Castelo
N 40º 40´33´´ W 07º 42´07´´