“Os Penalvenses na Flandres” recordados e homenageados em livro

Decorreu, no dia 21 de outubro, na Biblioteca Municipal de Penalva do Castelo, o lançamento do livro “Os Penalvenses na Flandres”, da autoria do Major General Manuel de Campos Almeida, uma obra histórica, apoiada pela Câmara Municipal, que pretende evocar o 1º centenário da participação penalvense na 1ª Guerra Mundial (1917/1918).


O autor, após um aturado e minucioso trabalho de investigação de cerca de 2 anos e ao longo de cerca de 300 páginas e 900 notas complementares, traçou uma radiografia das glórias, das provações e dos sofrimentos dos 209 Penalvenses que, no ano de 1917, deixaram as “terras de Penalva” rumo às trincheiras da Flandres. Das inúmeras informações que o livro transmite, destaca-se o levantamento de todos os expedicionários por freguesia, com a indicação do seu nome completo, da sua naturalidade, da sua filiação, da unidade de mobilização, das datas de embarque e de regresso, bem como de diversas outras ocorrências significativas das suas carreiras militares (ferimentos, doenças, licenças de campanha, procedimentos disciplinares, condecorações, falecimentos e locais de sepultura, etc…). São 209 pequenas biografias documentadas que permitem que estes heróis penalvenses sejam resgatadas do esquecimento e mantidos na memória de todos.

O livro apresenta uma incursão num tempo e espaço históricos em que os penalvenses também foram atores, passando a ocupar um lugar de grande referência na história local e regional. O autor dedica mesmo este seu trabalho aos “Penalvenses, nossos avós, bisavós ou trisavós, combatentes na Flandres, que aí passaram por indizíveis sacrifícios”.

Segundo o autor, os militares penalvenses, enquanto elementos do batalhão dos “Soldados da Beira”, integraram o primeiro contingente do Corpo Expedicionário Português que, em janeiro de 1917, partiu rumo à frente de batalha. Por cá, ficaram centenas de famílias a chorar a fatalidade da despedida e um concelho despido de grande parte da sua força de juventude. Nas diversas freguesias de Penalva do Castelo ainda vive quem recorde algum familiar ou amigo que tenha participado neste conflito e, para muitos penalvenses, este livro constituirá a única fonte de informação rigorosa sobre os seus familiares que combateram na Grande Guerra.

“Os Penalvenses na Flandres” afirma-se como uma memória escrita que perpetua os feitos e histórias de vida de 209 penalvenses que há um século passaram pelos martírios da Grande Guerra! As histórias individuais recordadas neste livro passarão a integrar a história e memória coletivas, sendo esta a maior homenagem que o autor e a sociedade penalvense podem dispensar a estes seus heróis, às suas famílias e às suas comunidades de origem.

Recorde-se ainda que este livro, depois do lançamento de “Sezures Revisitado” em novembro de 2016, é o segundo trabalho de investigação de grande rigor histórico e excelência científica que o historiador Manuel Campos Almeida, um penalvense com um currículo e percurso de vida ímpares, oferece ao concelho de Penalva do Castelo e às suas gentes.

Siga-nos

Acompanhe-nos nas redes sociais:

    

Contactos

  Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  232 640 020
  232 640 021/22
  Avenida Castendo, 3550-185 Penalva do Castelo
N 40º 40´33´´ W 07º 42´07´´