MANUEL DE CAMPOS ALMEIDA LANÇA NOVA OBRA DE REFERÊNCIA SOBRE A HISTÓRIA LOCAL

Decorreu, no dia 03 de novembro, na sede da Junta de Freguesia de Sezures, o lançamento e apresentação do livro “Sezures em meados do Século XX”, da autoria do Sr. Major-General Manuel de Campos Almeida. A sessão de lançamento/apresentação do livro contou com a presença de um grande número de conterrâneos, familiares e amigos do autor, que pretenderam conhecer mais uma obra de referência para o entendimento do nosso passado coletivo e para a construção da História Local.


O livro “Sezures em meados do Século XX” encerra uma (nova) revisitação do autor à sua “terra-mater”, ao ambiente “paroquial e pastoral” em que nasceu e deu os primeiros passos, tratando-se de uma viagem a um tempo especial que, pela lucidez das histórias e memórias reveladas, nunca lhe foi ou será distante.

Nesta caminhada de retorno às suas origens, o autor traçou uma radiografia minuciosa da sua terra natal em meados do século XX e, sobretudo, das gentes que reivindica como suas! Ao longo de mais de 400 páginas, ricamente ilustradas e documentadas, são revelados, entre outros, o território da freguesia e os seus recursos naturais, a paisagem e os lugares, as casas e as ruas, os trabalhos e os modos de vida da comunidade, as suas preocupações e privações, os usos e os costumes, as crenças e as práticas religiosas, os seus “tempos de escola” e todos aqueles com quem se cruzou nessa época, e diversos outros episódios singulares que constituem uma verdadeira história da vida quotidiana da comunidade local.

Porém, parte significativa do livro é ocupada com a “A Contagem das Almas”, a relação dos moradores/paroquianos que viveram na freguesia de Sezures nas décadas de 30, 40, 50 e 60 do século passado, e cujos registos individuais foram encontrados, através de um trabalho de investigação aturado e de grande rigor histórico, em milhares de assentos guardados, entre outros, nos arquivos paroquial, distrital e diocesano. A “Contagem das Almas”, com mais de 600 entradas, onde são recordadas outras tantas famílias e onde todos os seus conterrâneos merecem o mesmo lugar de destaque, constitui, acima de tudo, a homenagem maior que Manuel de Campos Almeida concede à sua terra e às suas gentes, ou seja, a todos os que com ele habitaram e partilharam o espaço mágico da sua infância.

Mas também a história do concelho de Penalva do Castelo e o desenvolvimento da vila de Castendo têm destaque neste seu trabalho. O quadro histórico local apresentado é, aliás, recorrentemente integrado no quadro histórico global do século passado, pois é na História do Mundo que o autor integra a história da sua terra e das suas gentes, sendo esta uma abrangência inovadora que empresta um grande valor informativo e pedagógico à obra.

“Sezures em meados do Século XX” apresenta, por conseguinte, o levantamento sociológico da freguesia/região e afirma-se como a memória escrita de uma época, de uma terra e de um povo, uma memória que perpetua pessoas, feitos e histórias de vida. Depois de “Sezures Revisitado” (2016) e “Os Penalvenses na Flandres” (2017), este é o terceiro trabalho de investigação de grande rigor histórico e excelência científica que o historiador Manuel Campos Almeida, um penalvense com um currículo e percurso de vida ímpares, oferece à freguesia de Sezures, ao concelho de Penalva do Castelo e a toda a Comunidade Penalvense.

A apresentação pública da obra foi da responsabilidade de Manuel Luís A. Ferreira.

Siga-nos

Acompanhe-nos nas redes sociais:

    

Contactos

  Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  232 640 020
  232 640 021/22
  Avenida Castendo, 3550-185 Penalva do Castelo
N 40º 40´33´´ W 07º 42´07´´